Penguin Update

Veja mais detalhes sobre o que é, impactos e características desse update do Google.

Constantemente, o Google atualiza seus algoritmos visando melhorar a experiência dos usuários e a qualidade dos resultados orgânicos de busca. São cerca de 800 mudanças feitas por ano, ou seja, uma média de duas por dia. Com tantas mudanças, quem tem um site ou trabalha com SEO, precisa se atentar a todas essas atualizações.

O Penguin Update é uma atualização dos algoritmos do Google, considerada a responsável por transformar o cenário do link building. Com ela, sites que continham links artificiais e de baixa qualidade, passaram a ser penalizados ou não apresentarem tanta relevância em esquemas de links não naturais.

Contudo, a atualização do Penguin tem seus pontos positivos, pois prioriza sites que oferecem conteúdo de qualidade e relevância para os usuários. Quer entender melhor como ele funciona e no que interfere? Continue lendo esse texto para descobrir.

O que é?

A atualização do Google Penguin faz parte do algoritmo principal do Google, desde 2017. Ela nada mais é do que um update que visa identificar mais facilmente sites considerados spams, bem como, seus resultados de pesquisa.

O Penguin Update pretende diminuir nos resultados de busca, a presença de sites que compram ou trocam links ou usam de algum método artificial para manipular os links com o intuito de aumentar o ranqueamento no Google. Além disso, ele procura recompensar aqueles sites que considerados de alta qualidade pelo fato de terem conexões com sites mais relevantes.

Ele identifica estratégias de link building consideradas fraudulentas, que têm como objetivo manipular os resultados de busca com táticas de spam* ou black hat, e penaliza o site caso identifique alguma dessas ações.

Após a Penguin Update, o Google passou a valorizar mais os backlinks de qualidade e orgânicos. Contudo, é preciso se atentar para os fatores que podem gerar penalização, pois, as estratégias de link building são as mais sujeitas a isso.

Qual a relação entre o Panda e o Penguin Update?

A relação entre essas duas atualizações é bem estreita. O foco do Panda Update é identificar conteúdo relevante e de qualidade em sites da web. Quando um conteúdo é bom, outros sites irão linkar naturalmente para ele e gerar backlinks de forma natural, o que é muito bem-visto pelo Penguin Update.

Sendo assim, ambos estão relacionados de alguma forma, pois consideram a relevância do conteúdo um fator muito importante.

Para você que quer entender mais sobre os updates do Google, fizemos uma série de conteúdos sobre os updates:

Como saber se meu site foi afetado?

A melhor maneira de identificar se o seu site foi afetado por uma atualização do Google, neste caso da Penguin, é verificar se houve queda nos índices de tráfego no período em que foi realizado o update.

Todo site pode ser afetado pelas atualizações de algoritmos do Google, se não estiver de acordo com suas diretrizes. Portanto, é recomendado verificar sempre os termos das atualizações e fazer melhorias constantes em seu site.

Outra forma de avaliar períodos de atualizações na mudança do algoritmo do Google é acompanhar o site https://algoroo.com/, que apresenta uma ferramenta de acompanhamento das mudanças nos resultados do Google para uma base de importantes palavras-chave. Com isso, ao identificar mudanças com uma frequência maior nas posições, pressupõe que o Google está realizando mudanças no seu algoritmo.

Principais pontos que podem levar a penalização

O Google verifica constantemente os sites que linkam para o seu, de que forma você conseguiu esses links e em quanto tempo. Quando ele identifica um número muito grande de novos links em uma página, ela fica na mira de uma penalização.

Confira a seguir alguns fatores que podem levar a uma penalização pelo Penguin Update.

Um backlink só é relevante quando é proveniente de um site com Autoridade de Domínio (DA) alta. Quanto mais alta a DA, melhor é o link. Isso aumenta o tráfego do seu site e também melhora o SEO.

Por isso, através da Penguin Update, o Google consegue identificar e penalizar a compra de backlinks, que não estão necessariamente relacionados com o tema do texto, são de sites ruins, etc.

A troca de links é uma das práticas que não são permitidas pelo Google, ainda mais quando visa interferir os resultados de busca. De acordo com o buscador, criar links cruzados com o simples objetivo de ranqueamento, é considerado uma violação das diretrizes.

Isso não quer dizer que você não deva fazer backlinks, mas sim, que você deve fazê-los com foco no seu público e nunca com o intuito de manipular os resultados de busca.

A Penguin Update contribuiu para modificar as práticas de link building. Com ela, é possível identificar o excesso de links em um texto âncora (texto visível em um hiperlink), o que pode classificá-lo como spam.

O ideal é que as referências sejam feitas com naturalidade, como resultado de um conteúdo de qualidade e não através de práticas que tentem manipular os algoritmos.

É importante evitar o excesso de links e de repetições dos termos do texto âncora, a fim de não sofrer penalização pelo Google.

PBNs - rede de blogs próprios que linkam para o seu site

O PBN é uma rede composta por vários blogs e sites que visam manipular a relevância dos sites criando links entre eles (de diversas formas e em diversos níveis), que em um determinado momento são utilizados para melhorar o ranking do Google de determinados sites.

Com a Penguin Update, essas PBNs podem ser detectadas e resultar na queda do tráfego de sites que utilizam essa estratégia, podendo levar a penalizações e até ao banimento da página dos resultados de busca.

Como recuperar meu site?

Para recuperar seu site, é necessário tomar medidas para solucionar os problemas identificados nele, e isso inclui os seguintes tópicos:

  • Remova links “não naturais”, sejam eles comprados, feitos por você mesmo, ou de sites que não tenham um conteúdo relacionado com o seu;
  • Remova links com spams (sobre os quais você não tem controle);
  • Revise o conteúdo do seu site para garantir que não haja a repetição excessiva de palavras-chave ou a utilização delas de forma aleatória e sem sentido.

Diferente de outras penalidades, a do Penguin não permite que você solicite ao Google que a suspenda, mesmo após fazer as alterações necessárias em seu site.

O Google atualiza constantemente seu algoritmo de busca, portanto, o ideal é focar nas alterações do seu tráfego, principalmente em períodos de atualizações, e na qualidade do seu conteúdo.

De maneira geral, o Penguin Update foi criado para evitar que o algoritmo do Google fosse enganado por links de baixa qualidade e pelo excesso de palavras-chave nas páginas da web, que tentavam burlar o seu sistema de ranqueamento.

Para evitar essas penalizações na sua página, procure produzir um conteúdo completo e relevante, com uma linguagem natural e links de autoridade.

Além disso, continue acompanhando o nosso conteúdo para saber mais sobre as atualizações de algoritmo do Google. Sobre qual atualização você tem dúvidas? Deixe aqui nos comentários!

Categorias:
Newsletter
Ruan Barbosa logo

Ruan Barbosa

Fundador e Especialista de SEO na Ecto

Formado em Física e Mestre em Educação pela UFPR, possuí experiência com SEO desde 2010. Nesse período trabalhou com contas de pequeno, médio e grande porte, dentre elas: Avon, B2W (Americanas, Shoptime e Submarino), Nerdstore, 3M, TIM, Tecnisa e Saraiva.

Veja também

comments powered by Disqus

Solicitar Orçamento

Converse com um Especialista em SEO e entenda quais são as oportunidades de crescimento orgânico para o seu site.